Blog

empreendedorismo empresas marketing

Como definir o seu público alvo

Muitos empresários  querem que todos sejam clientes; isso é um erro. Marketing para todos é o oposto de marketing para o seu público-alvo. Se você tentar agradar a todos, seus negócios e produtos se perderão facilmente. Já imaginou uma loja de sapatos que tenta vender para todos os pés? Você vai perder muito tempo e dinheiro dessa maneira.

Você já parou para pensar nas pessoas que compram os produtos ou serviços da sua marca? Quais características eles têm em comum? Seu público-alvo é o cliente ideal que você deseja atrair para seu produto ou serviço através de seus esforços de marketing. A prática de entender seu público-alvo, as palavras que eles usam e por que eles contratam seu produto ou serviço lhe ajudarão a criar produtos mais direccionados.

Existem muitos atributos que podem ser usados para encontrar o público certo. – idade, ganhos, educação, gênero são apenas alguns exemplos. Podemos classificar todos os atributos em três grandes categorias:

Demografia

”Usando dados demográficos, você pode definir o seu público, por exemplo,como jovens (entre 18 e 24 anos), homens e mulheres residentes nas capitais provinciais. A maior vantagem é que ao saber que se comunica com jovens a sua linguagem é mais específica e os problemas que a sua empresa deve resolver são problemas que afectam os jovens.
Interesses

 

Os dados sobre paixões, coisas que o seu público procura e lê. Pode ser, por exemplo livros, filmes, música, carros ou dança. Ao conhecer as paixões de seus clientes, você terá um conhecimento poderoso porque sabe como envolver seus clientes, que produto será interessante para eles. Se você vende refrigerantes e seu público gosta de ir ao ginásio você saberá onde pode encontrar seus clientes e fazer as suas promoções
Intenções de compras

 

Dados que podem ser cruciais. Por exemplo jovens que querem se casar estão interessados em produtos de decoração, bolos etc, Esse grupo é definido com base na fase da vida dos seus clientes ou na sua procura num determinado momento. Uma maneira de obter informações valiosas sobre os dados psicográficos de seus clientes é considerando questões como:

  • Como são seus clientes?
  • Do que seus clientes não gostam?
  • Quais valores seus clientes compartilham?
  • De onde eles tiram as notícias?
  • Onde eles conseguem entretenimento?
  • O que eles lêem ou ouvem?
  • Como seus produtos ou serviços podem melhorar suas vidas?

Se você vende para empresas os dados que você precisa de ter são diferentes da pessoa, você precisa de ter dados como qual é o tamanho da empresa, como a empresa compra e quem toma decisões. O tomador de decisão na empresa é a pessoa que mais decide sobre o tipo de produto que você vende, se você vende chaves-de-fenda o tomador de decisão é o técnico e não o director geral porque o director geral precisa de ouvir do técnico que material ele precisa.

Personas

Persona é a representação fictícia do seu cliente ideal. Ela é baseada em dados reais sobre comportamento e características demográficas dos seus clientes. Apresenta, também, uma criação de suas histórias pessoais, motivações, objetivos, desafios e preocupações. Uma boa definição de persona passa justamente pelo contato com o seu público-alvo. Assim, em uma rápida análise, você pode identificar características comuns entre os potenciais compradores, vejamos exemplo de persona:

Persona Indivíduo:

Persona Empresa:

Podemos concluir que para vender precisamos primeiro definir a quem vender, o que não significa que outras pessoas não possam comprar mas que vamos saber exactamente com quem estamos a falar e para quem estamos a trabalhar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *